segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

Dança?



Hoje me apetece dançar
Sentir-te em meus braços
Tua cabeça em meu ombro
Num pé de dança bem curto

Sentir teu corpo
Sentir teu regaço
Sentir teu leve arfar

E crio a ilusão
Que te volteias
Me volteio
Cruzamos pernas
Entrelaçamos braços
Nos damos de mãos

Teus olhos seguem os meus
Num rodopio continuo
Seguimos os sons,
Não sei se sigo teus passos
Se tu segues os meus…
No sortilégio da dança
Te juntas, te dás, me envolves
Me enlaças em promessas
De outra dança dançar

Como eu te sinto em meus braços
Nesta dança já dançada
Sem música, sem embaraços
Como eu te sinto enlaçada


04/01/2009
Karl d’Jo Menestrel

2 comentários:

paula barros disse...

Dançar é muito bom.

Dançar com esse envolvimento e cumplicidade, dança a emoção, dança a vida.

É um envolvimento completo de corpos e almas a bailarem em sintonia.

abraço

Nanda Assis disse...

como é bom dançarr.

bjosss...