quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Enlace



Nos encontrámos
Nos enlaçámos
Qual Colombina
Qual Arlequim

Nossos momentos criados
Sobre encontros enamorados
Juntemos eterna paixão

Que viva no sonho a ilusão
Que se abra a ilustração

Que não se feche
O pano do palco,
Nem as luzes do cenário
Nem teu sorriso desenhado

Pois quando sorris
Num momento se faz
Um feitiço,
Que me torna feliz

Só contigo
Eu consigo
Entender o amor.

06/01/2009
Karl d’Jo Menestrel

1 comentários:

paula barros disse...

Um enlace de amor, carinho e paixão. Com ilusão, feitiço e sorriso.

Que conjunto belo de sentimento, enlace e encatamento.

Além de feliz, ainda consegue entender o amor. Que tantos cantam e escrevem não entender.

As luzes dos olhos e da alma vão brilhar sempre, esse amor será eterno.


abraços, como se fossem aplausos para o lindo espetáculo que acabei de ler e sentir.